Cidades de Papel – John Green [Opinião]

image-4Edição/reimpressão: 2014

Editor: Editoral Presença

ISBN: 9789722352925

Classificação: 4 em 5 estrelas

Sinopse: “Quentin Jacobsen e Margo Roth Spiegelman são vizinhos e amigos de infância, mas há vários anos que não convivem de perto. Agora que se reencontraram, as velhas cumplicidades são reavivadas, e Margot consegue convencer Quentin a segui-la num engenhoso esquema de vingança. Mas Margot, sempre misteriosa, desaparece inesperadamente, deixando a Quentin uma série de elaboradas pistas que ele terá de descodificar se quiser alguma vez voltar a vê-la. Mas quanto mais perto Quentin está de a encontrar, mais se apercebe de que desconhece quem é verdadeiramente a enigmática Margot.
Cidades de Papel é um romance entusiasmante, sobre a liberdade, o amor e o fim da adolescência.”

Opinião: Só não considero um dos piores livros de John Green porque gosto imenso da sua escrita, e se não fosse isso este livro receberia apenas 3 estrelas. Não gostei muito da história, parecia que nada fazia lá muito sentido e além do mais as personagens não pareciam bem desenvolvidas.

A Margo, bem para mim não passou de uma adolescente que se dá mal com os pais e apenas se mete em confusões. Não entendi qual o objetivo de tudo o que ela fez durante o livro para depois acabar assim. As ideias dela eram confusas, assim como a própria personagem.

Quentin é o menino dos papás, rapaz perfeito e com uma vida perfeita. Com uma pequena paixoneta pela vizinha Margo, e depois numa noite decide ser rebelde com a Margo. Depois das aventuras e partidas com a Margo, volta para casa e pronto, tudo ao normal. Dia seguinte a menina Margo decide fazer das suas e lá Quentin vai com os seus amigos atrás da sua paixão.

Para mim não passaram de adolescentes inconscientes, nenhum deles fazia sentido e as suas personalidades e as suas ações pareciam que não combinavam. O livro tinha partes que nem faziam lá muito sentido. Parei de o ler umas 3 ou 4 vezes, deixei-o de lado e quando finalmente peguei nele tive de o ler até ao fim para o arrumar de vez na estante.

Desculpa John Green, és dos meus escritores preferidos mas esperava muito mais de ti e deste livro.name blogger

 

Advertisements

5 thoughts on “Cidades de Papel – John Green [Opinião]

  1. Pingback: Goodreads Reading Challenge 2016: Completo! | The Little Angie

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s