Sangue Fresco (Sookie Stackhouse #1) – Charlaine Harris [Opinião]

image-1Edição/reimpressão: 2009

Editor: Saída de Emergência

ISBN: 9789896371180

Classificação: 3,5 em 5 estrelas

Sinopse: “Uma grande mudança social está a afectar toda a humanidade. Os vampiros acabaram de ser reconhecidos como cidadãos. Após a criação em laboratório, de um sangue sintético comercializável e inofensivo, eles deixaram de ter que se alimentar de sangue humano. Mas o novo direito de cidadania traz muitas outras mudanças…
Sookie Stackhouse é uma empregada de mesa numa pequena vila de Louisiana. É tímida, e não sai muito. Não porque não seja bonita – porque é – mas acontece que Sookie tem um certo “problema”: consegue ler os pensamentos dos outros. Isso não a torna uma pessoa muito sociável. Então surge Bill: alto, moreno, bonito, a quem Sookie não consegue ouvir os pensamentos. Com bons ou maus pensamentos ele é exactamente o tipo de homem com quem ela sonha. Mas Bill tem o seu próprio problema: é um vampiro. Para além da má reputação, ele relaciona-se com os mais temidos e difamados vampiros e, tal como eles, é suspeito de todos os males que acontecem nas redondezas. Quando a sua colega é morta, Sookie percebe que a maldade veio para ficar nesta pequena terra de Louisiana.
Aos poucos, uma nova subcultura dispersa-se um pouco por todos os lados e descobre-se que o próprio sangue dos vampiros funciona nos humanos como uma das drogas mais poderosas e desejadas. Será que ao aceitar os vampiros a humanidade acabou de aceitar a sua própria extinção?”

Opinião: Admito que apenas comecei a ler este livro devido a ter assistido à série, porque tenho quase a certeza que se o visse à venda e lê-se a sinopse não pegaria nele. A sinopse já pode nos mostrar como é a escrita do livro, desorganizada e confusa muitas das vezes.

Eu amei a série, é uma das minhas preferidas e pretendo revê-la, por isso decidi ler os livros primeiro. Mas arrependi-me, esta saga é daquelas que ficou melhor na série do que no livro. Se na série eu já odiava a personagem principal, Sookie, de morte então no livro matei-a mil e quinhentas vezes a multiplicar por mil. Ela não é apenas uma personagem “burra”, assim como os seus pensamentos são tão desorganizados e confusos que ficamos a pensar que se trata de uma adolescente com as hormonas aos saltos.

E é isso que o livro todo se parece. Um típico cliché adolescente. Temos Bill, o vampiro por quem Sookie se apaixona e por incrível que pareça foi amor à primeira vista. Só acontece nos livros, verdade, mas conhecer um estranho que por acaso é vampiro e ficar logo com vontade o levar para a cama, torna-se um pouco meio que estranho, não?

Eu quando leio uma história gosto de sentir que ela é mesmo real, conseguir sentir tudo e conseguir ver tudo. Neste livro isto só aconteceu devido a eu já ter assistido à série, nada mais.

Outro ponto que me fez imensa confusão é que a escrita da autora é tão pouco elaborada, o que pretendo dizer com isto é que a autora quando escreveu este livro não deve ter tido noção do que estava a escrever. Acho que deveria ser feita uma revisão ao livro, e pronto ver se havia alguma solução. Peço desculpa se por acaso o erro for da tradução e não da autora, mas desconfio.

O livro é bom, tem uma história deveras interessante, mas a autora não soube dar valor. Quer dizer, tornou-se série televisiva e teve sucesso, mas acho que podia ser muito melhor.

Pretendo continuar a saga, nem que seja para ver se os outros livros são melhores ou piores. E até que se encontram a bons preços os livros por isso quem sabe. Logo veremos! name blogger

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s