Filmes, Opinião

A Rapariga no Comboio (2016) – Opinião [Filme]

40727621b3bce15d9f6b905970d18285.jpgTítulo Original: The Girl On The Train

Género: Drama, Mistério, Suspense

Lançamento: Outubro 2016

Elenco Principal: Emily Blunt, Haley Bennett, Rebecca Ferguson

Classificação: 8 em 10 estrelas

Sinopse: “Depois de um divórcio algo traumatizante, Rachel desistiu de si mesma, entregando-se à depressão e ao alcoolismo. Todos os dias faz o mesmo percurso de comboio até ao local de trabalho. Durante a viagem, observa, através da janela da carruagem, as rotinas diárias de várias pessoas dentro das suas casas. Entre elas está um jovem casal com uma vida aparentemente perfeita. Recriando o seu dia-a-dia – em paralelo com o vazio da sua própria existência –, ela cria um cenário e uma narrativa, sentindo-se cada vez mais ligada a eles e a uma ideia de amor inabalável. Mas tudo se altera quando, numa dessas viagens, Rachel repara em algo perturbador. Nesse instante, vê colapsar todas as fantasias. Horas mais tarde, descobre que a mulher se encontra desaparecida e partilha a informação com a polícia. Sem que o esperasse, vê-se enredada na situação: ao procurar as autoridades, tornou-se uma das principais suspeitas.”

Opinião: Devo dizer que o filme superou as minhas expectativas, não estava mesmo nada à espera de gostar tanto do filme. Foi uma das minhas primeiras leituras de 2016 “A Rapariga no Comboio”, e amei imenso o livro dei-lhe 5 estrelas e foram todas merecidas. E o filme só não chega às 10 estrelas porque para isso o filme precisava mesmo de ser igual ao livro, e sabemos que isso é impossível!

Uma coisa que gostei no filme que não gostei no livro foi a personagem principal, no livro a personagem principal é mais que super chata. Enquanto que no filme a personagem principal não é tão chata. Por vezes cheguei a perguntar-me se por acaso tratava-se da mesma personagem.

Houve diversos aspectos que podiam ter sido falados, podiam ter explorado muito mais a história da Rachel e do crime. Senti que o filme aconteceu demasiado rápido. Numa hora estavam a acusar a Rachel e no momento seguinte estavam já a resolver o crime. Existiam muitos detalhes que pronto, talvez não tivesse muito sentido colocar tais detalhes, mas talvez tudo não acontecesse tão rápido.

Outra coisa que pronto, não gostei foi o facto de ter sido muito previsível no filme quem seria o culpado. Não digo isto porque li o livro e sabia quem era o culpado, mas porque assisti o filme com uma pessoa que nada sabia da história e soube logo quem era o culpado. É aqui que aqueles pequenos detalhes que faltam, provavelmente, fariam falta. O enredo está organizado, mas poderia estar melhor.

Isto claro, é apenas a minha opinião. Comparei um pouco com o livro mesmo sabendo que um filme nunca será um livro, mas existem detalhes, como já referi que deveriam estar no filme. Assim parece que o filme não tem sentido, mas pronto, tirando isso o filme até foi muito bom. name blogger

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s